07
mar
09

Os Poderes #1 – Marcial

Olá leitores, apesar de ja ter saído inúmeros posts sobre análises e conceitos da quarta edição, dessa vez eu mesmo resolvi me pronunciar de acordo com o que anda rolando em minhas sessões, e minha visão sobre a quarta edição. Hoje analisarei e darei algumas dicas com relação aos poderes.

O QUE É PODER?

Parece meio óbvio, mas não hesitarei em fazer uma introdução para minhas opiniões. Poder é uma possibilidade, logo um poder poderia simplesmente ser representado por uma habilidade que um vendedor possui para vender artigos de cerâmica, um digitador que consegue reescrever um texto em pouco tempo. O poder é uma tática e/ou habilidade desenvolvida para realização alguma coisa, é a possibilidade de fazer essa tal coisa.

Proezas

Isso que é um D&D Live! destaque para o bardo no fundo...

Isso que é um D&D Live! destaque para o bardo no fundo...

É o nome dos poderes que possuem a fonte marcial. São habilidades e táticas em combate, formas de se obter vantagens sobre o adversário. Em geral são proezas de grande esforço físico e até mental, requerindo muita agilidade, força bruta, raciocínio rápido e percepção. Naturalmente o aventureiro aprendeu tais proezas durante seu treinamento e/ou experiências vividas, ou melhor, combatidas. Ele aprendeu várias táticas para serem usadas, mas prefere se esforçar em aprimorar a que acha mais vantajosa e que facilita sua mobilidade numa batalha de acordo com seu estilo de luta. Um guerreiro mais agressivo e cheio de truques provavelmente dará preferência para as proezas que se beneficiam do uso da Destreza e também aquelas que normalmente colocam seu adversário em posições ou estados desvantajosos, aproveitando para um golpe certeiro.

vítima de um spinning sweep

vítima de um spinning sweep

Um claro exemplo disso é o Spinning Sweep, em que nosso guerreiro malandro aprendeu com brigas de rua: ele procura um meio de golpear seu oponente em algum ponto fraco ou se aproveitar de uma falha em sua defesa, desferindo o golpe e deixando-o desequilibrado por um instante de milésimos de segundos, mas o suficiente para derrubá-lo ao chão, dando uma rasteira.

Sugestões para o roleplay: Aproveite para alterar as descrições de seus poderes de acordo com o estilo do seu personagem. Usando como exemplo o mesmo poder (Spinning Sweep), o draconato da minha última sessão desferia uma machadada violenta para o alvo perder equilíbrio, então ele fazia um encontrão no cara para ele cair no chão. Isso combina porque esse personagem usa a build battlerager vigor e um machado de duas mãos.

Outras idéias também seriam fazer o poder ser menos “natural” e mais magico, alterando tanto a descrição ou alguma palavra-chave se for necessário. O senhor da guerra na minha última sessão é um monge do deus da ordem, então quando ele usa inspiring word, além dele proferir palavras de pura inspiração, uma aura revitalizante e confortante emana de seu corpo, demonstrando seu treinamento no monastério.Agora procure não alterar a descrição dos poderes tirando as características principais que marcam como ele é (como a rasteira do spinning sweep).

Cai dentro Maluco! bora joga Live!

Cai dentro Maluco! bora joga Live!

Claro que alguns poderes a modificação fica mais fácil do que outros, enquanto há poderes que são tão simples que nem é preciso modificar para aproximar mais do estilo de seu personagem, mas combinar com seu mestre que seu personagem preferencialmente faz isso ou aquilo quando usa os poderes (ou até renomeá-los), vai ser bem mais diferenciado do que simplesmente ser diferente do Ladino B por causa da build e escolha de poderes.

Bom galera, este post foi mais minha opinião para aqueles jogadores novatos e pouco experientes. Espero que tenham gostado e que valha a pena ser lido. Aguardo feedbakc para os próximos sobre as fontes Arcano e Divino.

Anúncios

2 Responses to “Os Poderes #1 – Marcial”


  1. março 8, 2009 às 3:39 pm

    Bem legal o post.

    Para mim a principal mudança na 4e foi a introdução ou aperfeiçoamento do conceito das fontes de poderes e a clara definição dos papeis que os aventureiros podem assumir nos seus grupos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


 

Calendário

março 2009
D S T Q Q S S
« fev   abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Licensa

Creative Commons License
Castles & Dragons

Visitas

  • 32,477 hits

%d blogueiros gostam disto: