Posts Tagged ‘post

13
mar
09

By the will of gods, you’ll be punished!

Entrei na onda da galera que está fazendo o teste da wizards “What Class Are You?” e cuidado, se não a punição divina cairá como uma chuva de fogo sobre sua cabeça!

Hehe, eu não imaginava o resultado, achava que iria dar Mago ou Bruxo, mas está aí, sou um Avenger!


D&D Home PageWhat Class Are You?Build A CharacterD&D Compendium

Agora fica a pergunta para vocês, que classe vocês, leitores, são?

Anúncios
09
mar
09

Podcast do Dragão Careca Sessão #00 – Vida de RPGista

Vida de RPGista
Rolem a iniciativa! Apresento-lhes o novíssimo podcast realizado numa fusão do RPG no Paço e o Castles & Dragons. Este é apenas o episódio piloto e, consequentemente, o áudio e a edição não estão 100%. Tivemos problemas com delay na conexão e alguns lags, por isso meu áudio  não ficou tão legal em algumas partes.

Nesta sessão eu, Jean da Silva “Dragão”, e Daniel Braga falaremos sobre como conhecemos e começamos a jogar RPG, bem como algumas opiniões e pérolas de nossa vida RPGística. Saiba neste podcast porque Adão é um perigo para lobisomens solteiros e que, para sair de enrascadas, é preciso fazer amizade com Beholders, além de conhecer que existe uma licantropia não muito comentada e que é um desastre para qualquer coisa que ficar em seu caminho, especialmente objetos comuns. Tudo isso e muito mais no podcast do Dragão Careca! (mas todos não são carecas? Ou deve existir algum com cabelo?)

Ouça Agora

Megaupload

4Shared

Duração da Gravação: 51 min

Tamanho do Arquivo: 23,4mb

Para críticas, elogios, sugestões, erros, ajuda, etc… Comente no post!

02
mar
09

Ep1. O Resgate – Corte das Sombras

Forte LarundragBeleza galera? Estou inaugurando uma nova seção em que colocarei um diário resumido de minhas aventuras, dêem uma olhada em minha página de campanha para mais detalhes, Lendas de Aldaria. A Corte das Sombras é minha primeira campanha do D&D4 que mestro e será contra remanescentes de uma antiga força datada desde a era em que as divindades lutaram contra os primordiais.

Aventureiros

  • Ajax Witkor (NPC, mestre) – Draconato guerreiro build battlerager vigor.
  • Berian (Júnior) – Meio-elfo senhor da guerra híbrido com defensor.
  • Cyrax Castell (Lucas) – Tiefling patrulheiro duas armas híbrido com ladino.
  • Link Castell (João) – Eladrin mago de cajado.

Início

2 de Aprilara (Fevereiro), primavera. Começaram na cidade de Rio Agreste, situada ao lado do Rio Addamor, entre as Colinas Lunares e ao lado da Floresta Rivenbaur.

Aventura

Nossos heróis estavam na casa de Link (a.k.a Quartel General), situada no oriente da Praça Central, no Mercado. Todos estavam descansando e Cyrax resolveu passear pela cidade até que a voz maldita ecoou em sua mente. A voz mandou que ele pegue um pergaminho muito antigo no quarto de Link e entregasse para um homem próximo da taverna Pônei Celeste. Link estava fora e quando estava voltando, percebeu que Cyrax andava a passos apressados para o centro. Sabendo que seu meio-irmão é um encrenqueiro de primeira, resolveu seguí-lo. Ele chegou até o local indicado, mas o homem, trajando vestes negras e escondido por um capuz o percebeu e conseguiu despistar Link. Cyrax entregou o pergaminho relutantemente, mas não gostaria de pensar nas consequências de não obedecer a voz maldita. A única coisa marcante que conseguira reparar no humanóide, era um dente de ouro.

Após o encontro, Cyrax e Ajax resolveram ir para a excelente taverna Bafo de Dragão. Link não soube o que seu irmão fez, mas ficou desconfiado. Após algum tempo de diversão (e o Cyrax ter roubado alguns clientes usando jogos de trapaças), Todos resolveram comemorar a Noite Mercante, um evento que ocorre algumas vezes ao ano para celebrar o comércio próspero da cidade, uma noite em que a Praça Central é dominada por um contingente de comerciantes de todos os tipos e alguns nobres para uma grande festa. Eles se encontram na taverna e resolvem beber um pouco, mas são interrompidos quando a porta é arrombada por dois hobgoblins trajando armaduras de couro negras e mais outros quebram as janelas e ateiam fogo no estabelecimento. Os invasores iniciam uma festa de sangue e os heróis entram em ação. O combate foi devastador, para ambos os adversários e a taverna que ficou completamente destruída. Naireb, o chefe do estabelecimento, indignado com a situação, põe a culpa no Cyrax e o ameaça de morte se ele retornar, ele está cansado do tiefling apenas “dar calote” e arrumar confusão.

Guardas da cidade chegam ao local e avisam que há mais hobgoblins invasores, alguns deles são direcionados a cuidar dos feridos e patrulhar a região, outros decidem seguir em frente para onde foram despachados, onde haviam mais hobgoblins. Os heróis vão junto com este último grupo de soldados. Chegando no local, eles encontram um enorme ogro e goblins destruindo as casas e ateando a cidade em chamas. Os guardas tentam enfrentar o ogro diretamente, mas são explodidos com um barril de piche fervente. Os aventureiros por sua vez, bolam uma estratégia para acabar com o grandão rapidamente, enviando Ajax, o suicida do grupo, para causar uma distração enquanto os outros atacam pelos flancos. A manobra quase funcionou, exceto que não esperavam outro barril em sua direção. Apenas Cyrax escapa por estar mais distante, e Link apenas foi pego pelo intenso calor das labaredas. Com táticas exemplares de Berian, eles conseguiram explodir todos os barris que o ogro carregava e Berian desferiu o golpe final, arremessando seu martelo e quebrando o crânio da criatura.

Após normalizada a situação, no outro dia são convocados por Sir Jeffrey, líder da defesa da cidade para uma missão de resgate, várias pessoas foram sequestradas e os mais importantes artefatos do Salão do Valor foram roubados. Eles aceitam a missão e logo em seguida partem para o local indicado no mapa que Morrik, um hobgoblin capturado (que foi interrogado calarosamente pelos Pjs) desenhou.

Partindo da cidade na área oeste, eles resolveram obter mais informações com os fazendeiros locais e com um grupo de elfos que defendem a região. Eles conseguiram informação suficiente para entender corretamente o mapa mal desenhado pelo hobgoblin e se precaverem contra o perigo da Floresta Rivenbaur e a área ocidental das Colinas Lunares. Dois dias se passaram até encontrarem o covil dos hobgoblins, o Forte Larundrag, construído a eras atrás após a verdejante Rivenbaur.

Adentrando as catacumbas do forte, eles descobrem que um grande grupo da Mão Vermelha, um clã muito antigo de hobgoblins que aterrorizaram Rio Agreste anos atrás, comanda o lugar. Interrogando os goblins e hobgoblins, descobrem que o forte possui fortes ligações com o Pendor das Sombras, e uma espécie de feiticeiro é quem está por trás disso.

Após passarem por várias situações perigosas nas tumbas do forte, eles conseguem revelar os segredos do enigma que impedia a passagem para o segundo andar da masmorra. Coletam informações que o forte provavelmente fora usado por várias gerações e líderes regionais muito importantes, sendo palco de várias batalhas épicas. O que intriga é uma grande conexão com as trevas, representada por estátuas e símbolos representativos de Orcus e Tiamatt. Também encontraram uma sala em que estava sendo escavada pelos goblins do lugar, provavelmente a procura de artefatos soterrados, pois algumas áreas do forte estavam muito arruinadas.

Dois prisioneiros foram encontrados no primeiro andar. Eram Setanian, um velho humano capitão da guarda da cidade, que agora era o responsável por proteger o Salão do Valor, aprisionado em uma cela numa sala de torturas. O outro prisioneiro era Jalissa, uma elfa aprendiz de clériga, serva de Khrono, que estava inconsciente durante um ritual profano que um cultista goblin estava realizando em uma das salas da tumba. O terceiro prisioneiro, um soldado da cidade, foi encontrado morto, devorado pelo lobos que protegiam uma câmara anterior à sala de torturas.

No segundo andar, tiveram de passar por um corredor da morte, onde vários pêndulos afiados dançavam de um lado ao outro, enquanto combatiam criaturas sobrenaturais feitas de magma. Eles encontraram um templo de Orcus protegido por gnomos, que após interrogados, foram contratados pelo feiticeiro.

Kalarel, o feiticeiro negroEles seguiram seu caminho pela masmorra e descobriram a sala onde o feiticeiro se encontrava. Ele estava realizando um ritual para abrir um portal para o Pendor das Sombras e controlar seus residentes. Os heróis chegaram tarde demais, encontrando os outros três prisioneiros mortos, vítimas do ritual. Um combate feroz ocorreu no grande salão, que quase custou a vida de Cyrax e Link, ambos tombaram inconsciente pelos ataques do feiticeiro. Ajax e Berian conseguiram resistir quase além de seus limites, incapacitando o feiticeiro de lutar.

Eles descobriram sua identidade, era Kalarel, que ajudou a Mão Vermelha no ataque a Rio Agreste, e mais curiosamente, ele possuía um dente de ouro igualmente ao homem que Cyrax entregou o pergaminho. Os planos dele acabaram, sendo tragado através do portal pelo monstro que invocaria após a conclusão do ritual. Link e Cyrax foram reanimado por seus parceiros através de poções de cura, então Link fechou o portal através de várias frases arcanas que ele conseguiu se lembrar devido um detalhado estudo da aura mágica do ritual, uma espécie de contramagia, truque aprendido com umde seus mentores nas artes arcanas da Academia de Brindol.

Após o embate, eles se encontraram com o líder da Mão Vermelha e seus bugbears guarda-costas, um combate difícil, mas que não obteve baixas no grupo. Nos aposentos do líder hobgoblin encontraram os artefatos saqueados do Salão do Valor.

Eles voltaram para a cidade triunfantes, mas com a sensação de impotência em não terem conseguido salvar as vidas dos outros prisioneiros e com interrogações sobre o que significava realmente o ataque a Rio Agreste e a tentativa de Kalarel invocar uma horda de criaturas do Pendor das Sombras.

Na cidade, o grupo foi celebrado como verdadeiros heróis numa festa dentro do Salão do Valor. O Lorde Van Laurent os nomeou com o título de cavaleiros, oferecendo várias regalias dentro da cidade. Os dias após a missão de resgate foram os melhores durante toda a vida de Cyrax, agora ele era respeitado e pela primeira vez não foi discriminado pelos cidadãos de Rio Agreste, exceto talvez, por unicamente saber que fora ele quem provocou todo o terrível incidente.

Observações

  • Houve um grande avanço na interpretação de meu grupo, evoluíram de nível. Apenas o Link ainda não parece estar 100% imerso no jogo, tenho que avaliar como farei para conseguir que ele tenha maior imersão.
  • Cyrax acabou sendo o mais prejudicado pelo fato de a maioria dos combates possuírem espaços médios para deslocamento e alguns encontros com vários terrenos difíceis. Outra coisa que o prejudicou foi não ter usado muito sua perícia em Acrobacia, que é excelente.
  • Link não jogou em seu 100% durante a aventura toda, apenas nos últimos encontros que passou a entender melhor como funciona as táticas de um controlador. Ele normalmente usava seus poderes contra poucos adversários ou em momentos desnecessários, sem contar as 3 vezes que quase matou o grupo inteiro com Burning Hands =( .
  • A aventura foi bem ao estilo “hack ‘n slash” para os jogadores se acostumarem mais com os combates. Nas próximas sessões preciso por uma maior presença de Skill Challenges.
  • É difícil controlar um NPC como se fosse um jogador. Será necessário encontrar uma forma mais fácil, para não prejudicar muito a velocidade do jogo.

Inspirações

  • Fortaleza no Pendor das Sombras
  • Rescue at Rivenroar (Dungeon #156)
  • Algumas ideias aleatórias…

É isso aí galera, se quiserem deem suas opiniões e sugestões para mim sobre os pontos levantados. Sem precisar falar que podem expressar algumas de suas experiências da quarta edição. Vejo vocês no próximo post e já fica o nome do segundo episódio: Cerco no Forte de Baern.

17
fev
09

Pôster Motivacional da Semana

Eu queria ter postado no domingo mas não deu, então antes tarde do que nunca!

Atirar o Halfling

Atirar o Halfling

Atirar nanicos é a melhor arma à distância.

17
fev
09

Sua Aventura com Trilha Sonora

Não é de ontem que muitos mestres resolvem ligar o rádio ou qualquer coisa que toque som (até celular já vi usarem) em suas sessões de jogo para dar um maior clima no momento. Eu recomendo usarem, pois dependendo da música ou efeito sonoro no momento certo, dá para ver a sensação do jogo muito mais evidente nos rostos dos Pjs. Darei algumas sugestões de como criar uma trilha sonora e já deixo alguns albuns que enfluenciam em meus jogos.

A música tem o poder de nos transmitir uma sensação especial, algo que é difícil expressar em palavras, algo muito poderoso. Usar uma trilha sonora basicamente depende de boas músicas de fundo que fazem sentido de serem usadas num determinado momento. Não recomendo atulhar uma sessão de trilhas sonoras para o mestre não virar um DJ e ficar mudando o tempo todo, aconteceu comigo na primeira vez que usei, e não é nada legal para o jogo.

Primariamente tente escolher músicas que vão de acordo com o tema do jogo, independente da era em que se passa, a menos que deseje apenas trilhas “modernas e hight-tec” para jogos ambientados em cenários atuais ou futurísticos por exemplo. Eu fujo disso e procurotanto trilhas de Star Wars e outros, quanto as de God of War por exemplo. Não use músicas com vocalistas, elas tiram a atenção do grupo e podem não dar o “feeling” que você quer.

Agora é bom procurar por referências. Eu procuro por qualquer mídia, seja filme ou jogo, desenho ou qualquer coisa que eu ache legal. O que mais uso são trilhas sonoras de jogos. Existem até bandas que tocam estes tipos de músicas.

Para ajudar-vos nesta empreitada, coloco aqui algumas fontes de trilhas sonoras muito boas para se usar em suas aventuras, sejam de D&D 4 ou não:

300300

O filme é muito bom (para quem gosta de pancadaria como eu) e suas músicas de fundo ótimas. Algumas são muito legais para usar em algum combate ou para deixar de fundo quando algo heróico acontece.

Elder ScrollsElder Scrolls

Gosto das músicas desta franquia, principalmente do Elder Scrolls IV: Oblivion. A trilha sonora é de composição pelo mesmo compositor do Neverwinter Nights, Jeremy Soule.

Fallout 3Fallout 3

Acho muito maneiro as músicas deste game. Perfeito para jogos mais futurísticos, mas que podem dar um clima legal em jogos mais medievais, lembrando que Eberron vem aí e casa legal com a trilha deste game.

Final Fantasy XII

Final Fantasy XII

Adoro este game e adoro a trilha sonora, simplesmente fantástico. Se for usar música em suas sessões, não se esqueça de colocar do FF.

God of War II SoundtrackGod of War

Ambos os dois álbuns são excelentes. Excelente para dar uma pitada de emoção e ambiente épico as suas sessões. Há algumas trilhas perfeitas para ambientes sombrios e misteriosos, além de muitas trilhas para cenas poderosas, principalmente combates. Recomendo “The Barbarian King Returns” do God of War II para combates difíceis como um “boss”.

Hellboy IIHellboy

Legal ambos os filmes e muito boa a trilha sonora. Tem várias excelentes para sessões de jogo. É de um estilo mais moderno que o medieval, mas fica legal também.

Soul Reaver

Legacy of Kain

As musicas deste jogo são excelentes. Possuem um estilo gótico e adoro colocá-las como tema de masmorras. Todas as músicas da franquia Legacy of Kain valem a pena: Blood Omen, Soul Reaver, Legacy of Kain.

Midnight SyndicateMidnight Syndicate

Essa banda é excelente. A maioria de suas músicas são no estilo gótico, ótimas para aventuras sombrias ou quando quer passar a sensação de mistério em alguma masmorra ou parte da aventura. Destaque para o álbum Dungeons & Dragons que é fantástico!

Prince of Persia 2 - Warrior Within

Prince of Persia

Perfeito para aventuras no estilo árabe ou no deserto, mas também muito aproveitável em qualquer sessão. Se gosta de um hard rock, aproveite o Prince of Persia 2. Eu uso em alguns combates, ajuda a dar a sensação de perigo e adrenalina (obviamente se o mestre demonstar tal empolgação, melhora mais ainda!). Algumas músicas do último Prince são boas, mas não batem os 3 primeiros.

Eu poderia ficar aqui falando de inúmeros albuns, mas estes são os que mais acho maneiro, exceto que adoro também toda a trilha do Star Wars. Para não dizer que sou mau, deixo links para sites que disponibilizam essas músicas através de um meio “alternativo”. Se quiser comprar os albuns, procure no Amazon.

Filmmusic.RU

Game Music Hall

Game Music Themes

Game OST – Ótimo para ver quais os novos OSTs lançados e como banco de dados.

Polish:Elite:Board

RSBhati

Soundtracks Tube

28
nov
08

Meme Random

Primeiro meme que faço, que emoção estou comovido (momento choro de emo, hahaha que tosco >_<). Recebi este convite do Careca do RPG no Paço. Agora, mãos à obra!.

Agora, postando as regras:

  1. Link a pessoa que te pegou;
  2. Poste as regras em seu blog;
  3. Escreva 6 coisas aleatórias sobre você;
  4. Pegue mais 6 pessoas e coloque os links no final do post;
  5. Deixe a pessoa saber que você o pegou, deixando um comentário no blog dela;
  6. Deixe os pêgos saberem quando você publicar seu post.
  7. A regra variante, diga o que espera de seu futuro.

Regra 3

1) Eu adoro a cor preto, como aqueles que me conhecem e sabem que 95% das minhas roupas são pretas. Na maioria das vezes quando compro algum caderno, tenho que ter um de capa preto, meu blog tem a cor preto, entre outros. Irônico que normalmente quando ganho roupas, dificilmente é de cor preto.

2) Adoro escutar metal e dificilmente quando aguentar qualquer outro tipo de musica por muito tempo, principalmente pops, pop rock, funk e qualquer outro que é somente ruídos (sim, estou provocando!). Toda a vez que vou usar o computador, desenhar e em algumas vezes, quando estou estudando (não sei por que, mas consigo me concentrar quando ouço música).

3) Sou muito perfeccionista. Sou à ponto de que se algo não estiver da melhor maneira possível, refaço tudo novamente até que fique do jeito “certo”. Sou famoso por enquanto estou desenhando, apagar quantas vezes for preciso até acertar algum detalhe minúsculo. Ou reescrever várias vezes alguma história ou similares nas minhas campanhas de RPG. E guardar todos os meus jogos de video-game por ordem alfabética e estar sempre arrumando-os.

4) Por incrível que pareça eu odiava matemática e sempre fui mediano, mas agora é esta matéria que terei de seguir pelo resto da minha carreira caso eu me forme em Ciências da Computação e venha a trabalhar nesta área (nunca se sabe o futuro né?).

5) Eu demoro muito para fazer as coisas (provavelmente por causa do nº 3), e se tento apressar o passo, demoro mais ainda!

6) Tenho o hábito de escrever ou desenhar para organizar minhas idéias, como quando me encontro diante de um problema de física ou matemática, sempre desenho o objeto e etc. Sempre quando quero por uma nova idéia no papel, eu faço uma espécie de tópicos e uma riscalhada sem nexo de palavras e frases.

Regra 7

Eu espero esperançosamente que consiga passar neste vestibular da UFRGS e me formar em Ciência da Computação. Assim também, espero trabalhar como desenvolvedor de jogos em alguma grande empresa (nada de menos, apenas empresas como Ubisoft, Capcom, etc.) e viver muito bem =) sempre de bom humor. Claro que há mais coisas, mas aí vou ficar anotando até amanhã (hehehe).

Os Convidados

Tomo 4e

RPG Planet

RPGista

Covil

Inominattus

Área Cinza

como a maioria ja fez o meme, só postei os links, mas não vou ficar convidando todo mundo. hahaha eu sou preguiçoso mesmo! xD.

25
nov
08

Futuros Posts

Bom, agora está chegando fim do ano e estou estudando pro vestiba daqui de Rio Grande do Sul. Por causa disso, tenho que intensificar meus estudos muito mais agora, então estou estudando o dia inteiro (acho que 6 horas por dia ou mais) enquanto não trabalho (ainda xD). Assim, vou acabar postando bem pouco ou nada. O blog voltará a ficar ativado no fim do vestibular da UFRGS (a federal daqui), e com força total! Aguardem e desculpas se o blog ficará um pouco esquecido.




 

Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Licensa

Creative Commons License
Castles & Dragons

Visitas

  • 32,692 hits